Mitos e verdades sobre os vinhos

86

“Olha, sabia que tomar uma taça de vinho, todos os dias, faz bem ao coração?”, “Sabia que quanto mais velho é o vinho, melhor é o sabor?”. E assim, de “sabia” em “sabia”,são construídas muitas crendices – e nem tudo faz sentido, pelo menos não da forma como é colocado. Por isso decidimos desvendar alguns mitos e verdades sobre essa bebida tão adorada para você não cair mais em historinhas. Vamos começar?

Vinho faz bem à saúde?

Verdade! O consumo de vinho é benéfico à saúde; claro, se for consumido de forma moderada – e é preciso que não haja contraindicação médica sobreo consumo de álcool, de forma geral. O vinho possuipolifenóis, que são antioxidantes naturais, fazendo muito bem ao organismo, principalmente ao coração.

Qual é a quantidade de vinho que posso tomar por dia?

Não há consenso entre médicos e especialistas, mas gira em torno de 200ml e 300ml.

Qualquer tipo de vinho faz bem à saúde?

Verdade. Todos os tipos de vinhos contêm polifenóis, sobretudo os tintos, mas os rosés e os brancos apresentam menor quantidade de antioxidantes. Ainda assim, são ótimos para a saúde. Só atente para a quantidade, viu?

Vinhos caros são melhores?

Mito. E dos grandes, viu? É claro que há vinhos excelentíssimos – estando, por exemplo, entre os melhores do mundo, em diversas premiações – mas isso não quer dizer que apenas eles sejam bons. Hoje, principalmente, que o consumo da bebida está cada vez mais popular, há rótulos maravilhosos e acessíveis.

Leia também  Como fazer harmonização entre vinhos e massas?

Vinhos antigos são melhores?

Mito. A tecnologia de produção de vinho avançou a ponto de garantir excelentes rótulos sem precisar de armazenamento prolongado. Pode confiar!

Vinho que não tem rolha de cortiça é ruim?

Mito. Outros tipos de tampa também cumprem bem a função de impedir a oxidação do vinho. Principalmente os vinhos prontos para o consumo podem, sim, ter outros tipos de rolha, sem interferir na qualidade. Portanto, não julgue um vinho pela tampa!

Rolha de cortiça de má qualidade interfere no sabor?

Verdade. Porque pode entrar oxigênio através dos poros da rolha de cortiça, o que causa a oxidação da bebida, interferindo no sabor e no aroma.

O vinho rosé é produzido dassobras dovinho tinto?

Mito. O que acontece é que durante a produção do vinho tinto, o suco das uvas permanece por mais tempo em contato com as cascas. Já na produção do rosé, o contato do suco com as cascas é menor, por isso a cor é mais “fraquinha”, digamos assim.

Os vinhos verdes têm coloração esverdeada?

Mito. O vinho verde refere-se apenas à região onde é produzido: norte de Portugal, entre os rios Douro e Minho. Há vinhos verdes brancos, rosés e até tintos. Simples assim.

Bons vinhos são feitos apenas de uma única uva?

Mito. Vinhos de uma única uva (vinho varietal) ou de vários tipos de uva (vinho de corte) são igualmente bons.

Leia também  Tudo sobre os espumantes brut: guia para iniciantes

As garrafas de vinho precisam ser armazenadas no escuro?

Verdade. Porque a exposição à luminosidade altera a aparência, o aroma e o sabor do vinho. Aliás, não apenas a luz, mas também a temperatura influencia. Por isso também, hoje, há tantos modelos de adegas climatizadas, que podem facilmente ser colocadas em apartamentos pequenos, por exemplo.

As garrafas de vinho devem ser guardadas na horizontal?

Verdade, mas apenas se a garrafa de vinho tiver rolha de cortiça. Porque daí o contato da bebida com a cortiça impede a oxidação. Agora, se a garrafa tiver outro modelo de tampa, ela pode ser guardada na vertical, sem problemas.

Viu só como tudo é bem mais simples no mundo dos vinhos? E explicamos tudo sem complicação e enrolação. Até a próxima!

Fechar
Your custom text © Copyright 2022. All rights reserved.
Fechar