Conheça os grãos de café e as sensações no paladar

1.4K
Grãos de café em fileira com fundo branco

O mundo do café é repleto de histórias, e não faltam motivos para iniciar uma boa conversa sobre ele. Um exemplo notável está nas variedades de grãos de café arábica que compõem a rica árvore genealógica do café. Você já ouviu falar dela?

Em resumo, essa estrutura abriga mais de 50 variedades de grãos de café, cada uma delas capaz de oferecer sensações, aromas, acidez e notas sensoriais distintas. Isso é similar ao mundo dos vinhos, onde diferentes tipos de uvas geram uma diversidade de vinhos como Cabernet Sauvignon, Merlot, Malbec, Sémillon, entre outros. 

A analogia é clara, certo? E as conexões não param por aí. Tanto que o termo “vinificação do café” faz referência direta à arte milenar de produção de vinho. Além disso, existem outros pontos de sinergia entre as duas bebidas, como terroir, processo de plantio, técnicas pós-colheita e até fermentação. 

Essa combinação contribui para que as sensações únicas de cada bebida sejam potencializadas. No universo do café especial, acreditamos que os resultados na xícara são fruto de uma série de coincidências, aliados ao esforço e dedicação dos produtores. 

Os tipos do grão de café especial 

Cada tipo de grão também desempenha um papel fundamental e pode apresentar notas sensoriais que remetem a frutas cítricas, frutas vermelhas, chocolate intenso e muito mais. Um excelente exemplo disso são os grãos de café da variedade Arara. Sua doçura é facilmente perceptível, e na xícara, ele se revela com equilíbrio, delicadeza e uma sensação encorpada que envolve todo o paladar. Tudo isso é acompanhado por um toque marcante, lembrando chocolate intenso e um final suave de caramelo.

Leia também  Chef's kiss: o truque Sadia para transformar um croissant caseiro em um prato digno de restaurante!

O café especial doce do Brasil 

O café Arara foi descoberto nas plantações brasileiras graças aos frutos amarelos que surgiram em torno de 1988. De acordo com pesquisadores do Instituto Agronômico do Café (IAC), a origem do Arara é natural, resultado de uma mutação de outras variedades de café, como Obatã e Catuaí Amarelo.

Os pesquisadores espalharam as sementes do café Arara pelo Brasil, e essa nova variedade se adaptou muito bem ao terroir das plantações brasileiras. As características desses grãos 100% brasileiros são uma mistura de sensações, incluindo toques de chocolate, caramelo e lembranças de frutas amarelas — como se você estivesse saboreando um abacaxi maduro.

Drinque especial com café 100% arábica

Pensando nisso, quero convidá-lo(a) a vivenciar essa experiência única por meio de um drinque inusitado. A receita é simples e tem como base a laranja, que combina maravilhosamente com as notas sensoriais do café Arara 100% arábica. Vamos experimentar o nosso orange coffee?

Esse drinque ganhou popularidade em baladas ao redor do mundo, com a proposta de combinar conhaque, suco de laranja, café e muito gelo. E para uma versão não alcoólica, você pode substituir o conhaque por 1 colher de xarope de laranja. Quanto ao café, minha sugestão é escolher o Arara, que proporciona equilíbrio e doçura à xícara.

Ingredientes do Orange Coffee:

  • 2 xícaras de 70 ml de café espresso em cápsulas Arara sem açúcar;
  • 1 colher de casca de laranja picada;
  • 30 ml de conhaque;
  • Creme de café para decorar;
  • Espiral de casca de laranja para decorar;
  • Gelo a gosto.
Leia também  Clássica torta de limão Nestlé

Modo de Preparo:

  • Prepare o café espresso em cápsula e reserve.
  • Em outro recipiente, faça o suco de laranja bem concentrado e coloque-o em um copo de drinque longo.
  • Adicione 1 xícara de café espresso ao copo, juntamente com as cascas de laranja picadas. Mexa bem.
  • Finalize com o restante do café e sirva bem gelado.
Leo circular

Leo Montesanto é fundador da Coffee++, marca brasileira que nasceu com o compromisso de deixar no Brasil o café de qualidade que sempre foi exportado.

Fechar
Your custom text © Copyright 2024. All rights reserved.
Fechar